roubo de senhas empresas email

Senhas de Banco de Empresas – Como não cair em golpes por email!

Hoje em dia estamos cercados de trapaças, nada mais tem escapado das ações dos golpistas, dos quais andam cada vez mais criativos. E normalmente estes golpes envolvem o roubo de senhas de banco, cartões de crédito e número de documentos pessoais. Muitos são aplicados através de torpedo SMS, sites infectados, redes sociais e aplicativos de mensagens, onde o grande fluxo e uso, facilita um pouco a ação destes meliantes.

Um dos golpes mais aplicados em empresas brasileiras para roubar senhas de banco é ainda realizado por email. E por este motivo hoje estaremos dedicando este artigo para lhe informar um pouco sobre o assunto e não prejudicar a sua empresa ou contas pessoais.

Senhas de Banco de Empresas – Como não cair em golpes por email!

Apesar de ser um golpe antigo, o roubo de senha por email vem ganhando seus “upgrades”, portanto é importante estarmos atentos a algumas dicas. Uma das principais é com relação a autenticidade de um email. Verifique a existência de um telefone de contato ou atendimento pelo remetente. Antes de clicar em qualquer link, faça uma ligação para o telefone e verifique a veracidade das informações. Não responda a nenhuma pergunta, apenas faça as suas para saber se realmente o email é verdadeiro. Se o email for de um banco onde você possui conta, ligue diretamente para o seu gerente e então se informe sobre as informações contidas no email.

Nunca clique em links ou anexos dos emails, principalmente se o seu email não for Gmail, pois o filtro de spam deles, querendo ou não é o melhor da atualidade. Se a mensagem for de um remetente totalmente desconhecido, com uma linguagem estranha no escopo da mensagem, provavelmente este email é realmente um golpe.

roubo de senhas empresas email

É preciso lembrar também que os órgãos do governo, bancos e outras instituições não solicitam qualquer tipo de informação pessoal por email, principalmente número de documentos.

Mesmo sem fornecer meus dados posso ter a senha roubada?

A resposta é sim. O fato de abrir o email e clicar nos links suspeitos, faz com que um malware seja instalado no seu computador, onde através da sua navegação ele irá capturar seus dados, inclusive números de cartões e senhas que sejam digitados nos sites dos bancos, lojas virtuais, etc. Por isso voltamos a repetir, não clique em links de emails suspeitos.

Os TOP 10 temas mais usados em roubo de senhas por email

Como o assunto hoje é golpe por emails, resolvemos apresentar quais são os TOP 10 temas mais usados em roubos de senhas. É claro que todos os dias os golpes são atualizados, mas os temas são quase sempre os mesmos, com apenas algumas variações, pois normalmente são de caráter de urgência, fazendo com que o usuário se interesse em abrir o email.

Entre os temas mais comuns de golpes estão:

  • Pagamento de boletos (se não comprou, nem abra)
  • Contas atrasadas ou pagamentos que estão pendentes (cobranças)
  • Atualização de cadastros
  • Seu nome sendo incluso no SPC, Serasa e outros serviços de proteção ao crédito
  • Bloqueio e cancelamento de serviços, como sua conta em banco.
  • Convocações policiais, processos, intimações e outros de caráter urgente e judicial
  • Emails relacionados a produtos e encomendas
  • Emails de promoções. Normalmente estes são bem completos, incluindo os produtos e vantagens da promoção
  • Mensagens sobre infidelidade conjugal
  • Emails de conteúdos chocantes, notícias e outros que possam parecer interessantes

Estas são apenas algumas das opções. No caso de empresas ainda é possível que você receba emails com relação ao número do CNPJ, empréstimos do BNDS e outros órgãos de crédito, facilidade para a compra de maquinário, etc.

Dicas de como não cair em golpes de roubo de senha de banco por email

Nunca confie em links dentro do email e tão pouco nos seus remetentes. Fique atento a divergências nos links, que normalmente são feitos para se parecer com o real. Letras parecidas e que possam passar despercebidas são as mais utilizadas, como i e l. Verifique sempre a origem.

Desconfie de tudo e de todos. Nem sempre as mensagens com caráter de urgência, chocantes e outras de impacto são aquelas que contém vírus. Mensagens consideradas “normais” também podem ter a finalidade de roubar as suas informações, afinal os golpistas querem te convencer a abrir o email e sabem quando algo fica suspeito ou não.

Nunca digite seus dados bancários em uma página que você acessou através do seu email. Se você por acaso na inocência clicou em um link e em seguida ele solicitou que você informasse seus dados, feche a página sem informar nada. Quando for necessário acessar seu banco através de um computador, digite você mesmo o endereço do banco. Não pesquise a URL, pois mesmo estando no topo da primeira página, a URL pode ser falsa. Recomendamos que faça as transações através do aplicativo para smartphone do seu celular.

Não confie em emails com seu nome completo e outros dados pessoais. Boa parte das suas informações pessoais estão disponíveis em redes sociais, banco de dados e outros mecanismos de busca. Sempre verifique se você deveria mesmo estar recebendo um email como este naquele dia.

Use seu email somente para trocar informações com usuários conhecidos e pré cadastrados em sua lista.

Tem mais alguma dica de como não cair em um golpe? Deixe seus comentários.

Caso precise de mais segurança na proteção dos dados de sua empresa, converse com a Encript!

banner encript publi