saas paas iaas cloud computing

Modelos de nuvem PaaS, SaaS e IaaS. Conheça e saiba suas diferenças

A computação em nuvem está a todo vapor, principalmente entre as empresas, pois boa parte deixou de se preocupar com investimentos pesados em infraestrutura após os avanços neste nicho de tecnologia. Basta contratar um serviço de qualidade como a AWS da Amazon e não ter mais que se preocupar com o hardware.

Na Cloud Computing é comum ouvirmos as expressões PaaS, SaaS e IaaS, mas você sabe o que estas siglas significam? Portanto hoje estaremos dedicando este artigo para falarmos um pouco mais sobre estas principais opções da computação na nuvem.

O que significam as siglas PaaS, SaaS e IaaS?

As siglas PaaS, SaaS e IaaS são as abreviações de modelos de negócio bem comuns no Cloud Computing. PaaS é a abreviação de Platform as a Service (Plataforma como Serviço), já a sigla SaaS tem por significado Software as a Service (Software como Serviço) e a categoria de negócios IaaS, significa Infrastructure as a Service (Infraestrutura como Serviço) e é uma das mais utilizadas atualmente no mercado de Cloud.

Mas quais são os tipos de serviço que estes modelos oferecem? Confira um pouco mais sobre os detalhes de cada um a seguir:

PaaS | Platform as a Service

A plataforma PaaS é dedicada para aqueles que precisam hospedar, criar e dar manutenção para diferentes tipos de aplicativos. Neste modelo de nuvem, a empresa poderá contratar um ambiente de desenvolvimento completo, com todas as ferramentas necessárias para otimizar seus softwares e aplicações no ambiente corporativo e também para desenvolvedores.

A nuvem é responsável por oferecer toda a infraestrutura, o que evita o gasto desnecessário com a compra de licenças, hardwares, softwares e outras aplicações que costumam custar altos investimentos. Uma das principais vantagens desta categoria está na preocupação apenas com a programação do software.

Toda a manutenção das maquinas, atualizações de softwares e sistemas que serão utilizados no projeto, ficam a cargo do fornecedor do serviço, ou seja, a Microsoft, Google, Amazon e outras empresas de Cloud são as responsáveis por deixar tudo funcionando para a sua programação.

  • Porque utilizar o modelo PaaS?

O modelo PaaS é com certeza a opção mais completa no quesito ferramentas de desenvolvimento. Geralmente todas as necessidades de um programador estão disponíveis com apenas alguns cliques. O modelo é recomendado para empresas que possuem uma equipe de desenvolvedores e uma interação maior com o banco de dados.

É preciso ficar atento ao modelo de linguagem utilizado para a criação, principalmente se em algum momento seja preciso migrar o serviço para outra plataforma, pois cada modelo de PaaS nas gigantes de Cloud, podem contar ou não com a linguagem utilizada em seus aplicativos.

SaaS | Software as a Service

Este modelo de nuvem é para aqueles que desejam utilizar softwares sem ter que comprar ou se preocupar com licenças. As licenças são algumas das maiores preocupações em grandes empresas, justamente por serem auditadas com uma maior frequência. No caso de estarem utilizando softwares sem a devida regularização, as multas são pesadíssimas.

No modelo SaaS você tem todos os principais softwares da atualidade, todos devidamente licenciados e não precisa se preocupar com nada. O pagamento dos planos poderá ser fixo ou através de uma opção “On Demand”, onde você só irá pagar os recursos que utilizar.

Todos os dados trabalhados neste sistema ficam disponíveis na nuvem e é possível que os usuários tenham acesso apenas utilizando um dispositivo que possua conexão com a internet.

  • Porque utilizar o modelo SaaS?

Já pensou poder utilizar o Word, Excel, Power Point, Photoshop, Autocad e outros softwares sem ter que se preocupar com licenças e com o alto investimento em hardwares? O modelo SaaS conta com uma grande variedade de softwares que podem ser utilizados através da internet.

Outra vantagem do modelo é poder partilhar os arquivos entre todos os funcionários de sua empresa. Não é preciso ficar enviando por email, utilizando Pen Drive, HD externo e outras opções de armazenamento para compartilhar os arquivos, eles ficam acessíveis de forma fácil e prática na nuvem.

É indicado principalmente para empresas de pequeno porte e aquelas que necessitam de um trabalho de curta duração. Outras empresas podem precisar de algo mais específico, o que acaba não sendo um modelo tão atrativo.

IaaS | Infrastructure as a Service

O modelo de serviço na nuvem IaaS é um dos mais utilizados atualmente, principalmente por ser o responsável por eliminar a necessidade de criação de um servidor físico nas empresas, gerando uma ótima economia, essencialmente para aquelas que estão começando seus negócios.

No modelo de nuvem IaaS a empresa poderá contratar máquinas com diferentes tipos de memórias, capacidade de processamento, armazenamento e outros serviços ligados a hardware. Inclusive o modelo primário de IaaS era conhecido como HaaS (Hardware as a Service), mas como a inclusão de outros serviços de infraestrutura ocorreu nos últimos meses, a sigla foi alterada para Infrastructure as a Service.

É possível realizar a contratação de pacotes completos de servidores e outras aplicações no sistema IaaS. O serviço na nuvem também é pago conforme a utilização, sendo um modelo bem econômico dado a variação de sua utilização, principalmente fora do horário considerado “comercial”.

  • Porque utilizar o modelo IaaS?

Como citamos logo acima, a principal vantagem do modelo IaaS é com relação a economia. Pequenas, médias e grandes empresas não precisam disponibilizar um espaço físico, comprar máquinas com hardwares fortes e que precisam de atualizações quase que anuais, gastos com eventuais manutenções, equipe totalmente dedicada para manter o serviço sempre em funcionamento e dezenas de outras variações que consomem tempo e dinheiro das empresas.

Você poder pagar somente o que for usado é também outra grande vantagem, afinal não é todo dia que você precisa de 100% da capacidade do seu servidor ou de outras aplicações. O serviço é recomendado principalmente para empresas que estão crescendo em uma velocidade onde a compra de hardwares seria inviável, dado as suas variações.

É importante contratar um gestor de TI para definir melhor qual será a estratégia e o melhor modelo de negócio em infraestrutura na nuvem para a sua empresa. Por isso entre em contato conosco da Encript e faça uma avaliação gratuita!