brasil tera 5g da huawei

Huawei deve ser um dos fornecedores 5G no Brasil

No que depender do atual governo brasileiro, ao contrário dos Estados Unidos, a Huawei deverá ser um dos principais fornecedores da moderníssima conexão 5G no país.

A afirmação veio do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, em uma recente fala após ser indagado sobre o futuro da empresa chinesa e da novidade tecnológica no Brasil.

Mesmo com advertências do governo norte-americano com relação a produtos de espionagem, Mourão trouxe boas novas após a última viagem à China, onde acabou se encontrando com o presidente-executivo da Huawei, Ren Zhengfei.

Durante o seu comentário Mourão disse que a Huawei está sendo acusada de repassar dados obtidos de forma ilegal, segundo os Estados Unidos, para o governo chinês, através dos smartphones, roteadores e outros produtos comercializados pela empresa. Mas após a conversa com Ren, ele citou que o Brasil não tem nenhum plano de restringir as atividades da Huawei no país.

Segundo ele é preciso criar um clima de confiança com os países e até o momento esta confiança não foi quebrada com o Brasil.

Tecnologia 5G

Apesar da corrida pela tecnologia 5G ser um dos focos dos Estados Unidos, hoje o mercado pode afirmar que apenas quatro empresas em todo o mundo, já contam com domínio sobre tecnologia de alta conexão e baixa latência.

Duas destas empresa são finlandesas e outras duas são da China, onde uma delas é a Huawei.

No Brasil o 5G deve começar a dar os seus primeiros passos em 2020. Inicialmente será necessário realizar um leilão das frequências entre as operadoras de telecomunicações e estabelecer critérios para a sua distribuição.

Nós já falamos aqui no blog da Encript sobre as Principais Vantagens da Tecnologia 5G para o mundo.

Estados Unidos advertem o Brasil

Em uma tentativa de desmotivar ainda mais a Huawei e criar um outro rival para a China na constante Guerra Comercial, os Estados Unidos advertiram o Brasil sobre os supostos riscos de fechar parcerias com a empresa chinesa.

As frases foram soltas durante a visita do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, a capital americana Washington, quando Donald Trump resolver falar um pouco sobre as questões da Huawei em uma reunião fechada com os presidentes presentes na ocasião.

Para os Estados Unidos a Huawei vem usando seus equipamentos de forma oculta em atividades de espionagem para Pequim. Esta acusação já foi desmentida diversas vezes pelo governo chinês e pela Huawei, mas a empresa vem encontrando dificuldades no mercado exterior.