microsoft compra github repercussao

Gigante Microsoft compra GitHub e diz que fará mudanças

Pela bagatela de 7,5 bilhões de dólares a empresa de Bill Gates, Microsoft, anunciou nesta última segunda feira (04 de junho) a compra da maior plataforma usada por desenvolvedores da atualidade o GitHub. A empresa que é responsável por hospedar os códigos dos desenvolvedores confirmou a venda, porém segundo a Microsoft a operação continuará sendo independente, ou seja, as aplicações e tudo o que a GitHub fornece, continuará fazendo parte dos serviços da empresa.

A notícia da compra da GitHub pela Microsoft causou uma grande massa de descontentamento entre os programadores, pois vários afirmam que estão com medo de haver mudanças no modelo atual de negócios o que pode comprometer os seus atuais e futuros trabalhos.

O que dizem a Microsoft e a GitHub?

Com a notícia chegando aos ouvidos da empresa, o presidente executivo, Satya Nadella, publicou uma nota citando que a Microsoft é uma empresa totalmente voltada para o desenvolvedor e que a compra do GitHub é justamente para fortalecer o comprometimento com a liberdade, inovação e também o desenvolvimento de novos projetos. É na verdade uma união de forças.

Já o CEO do GitHub, Chris Wanstrath, citou em uma nota que está muito orgulhoso do que a empresa e toda a comunidade foi capaz de alcançar durante a última década. Ele cita também que o futuro do desenvolvimento de softwares será brilhante e se diz muito empolgado pela união com a Microsoft, e irá se esforçar para que tudo isto possa se tornar realidade.

GitHub

A empresa popular no quesito de armazenamento de projetos de desenvolvimento, conta com mais de 10 anos no mercado e é atualmente usado por 28 milhões de desenvolvedores ao redor do mundo. A empresa é inclusive o “lar” de desenvolvedores da Apple, Google e Amazon, quando optam por divulgar os códigos do que estão trabalhando.

Os milhares de projetos armazenados no GitHub só são possíveis graças a um sistema criado pelo fundador do Linux, Linus Torvalds, em 2005. O projeto foi aprimorado e adaptado para se tornar o que é hoje. Em 2015 a plataforma foi avaliada em dois bilhões de dólares, dado a sua importância.

Todo software de computador com código aberto é muito importante para a área de desenvolvimento, pois os profissionais da área podem estuda-los e então realizar mudanças para melhora-lo e até mesmo distribuí-los de outra maneira.

Mesmo sendo uma das maiores empresas de softwares do mundo (de códigos fechados), a Microsoft é também uma das maiores contribuidoras do GitHub, mesmo antes de compra-lo. Programas como o Visual Studio Code, o PowerShell e o motor JavaScript do navegador Microsoft Edge, tiveram os seus códigos abertos dentro da plataforma.

Artigo: A importância do Licenciamento Office

As principais mudanças nos códigos dos softwares da Microsoft ocorreram após Satya Nadella alcançar o cargo de presidente executivo na empresa. Ele é um dos principais entusiastas do código aberto dentro da Microsoft, e acredita que a área tem um grande futuro pela frente.

Mudanças anunciadas pela Microsoft

Assim que foram divulgadas as informações sobre a compra do GitHub pela Microsoft, a empresa emitiu nota de que irá realizar algumas mudanças, principalmente com relação aos cargos dentro da empresa. Segundo ela, a forma como o GitHub opera não será alterada, desenvolvedores poderão continuar tendo livre escolha das linguagens de programação, sistemas operacionais e ferramentas, sem ficarem restritos apenas aos produtos da Microsoft.

Porém uma das primeiras mudanças nos cargos já foram feitas. O atual CEO do GitHub, Chris Wanstrath, irá deixar o seu posto, para dar lugar a Nat Friedman, um dos vice-presidentes da Microsoft. Friedman ficou conhecido no mundo do código aberto após a fundação da empresa Xamarin, que nada mais é do que uma plataforma de código aberto para a criação de app mobile. Esta empresa também foi adquirida pela empresa de Bill Gates em 2016.

A princípio Chris irá fazer parte da equipe estratégica de softwares da Microsoft.