amazon trajetoria

Conheça um pouco sobre empresa mais valiosa do mundo, AMAZON!

Na última segunda feira, dia 07 de janeiro de 2019, a Amazon acabou se tornando a empresa mais valiosa do mundo, com um valor de mercado de nada menos do que US$ 797, algo próximo dos 3 trilhões de reais na cotação de hoje (R$ 3,70), e nada mais justo do que poder falar um pouco sobre a trajetória desta gigante do comércio mundial.

A Amazon foi criada há 25 anos e esta é a primeira vez que uma empresa no mundo consegue desbancar a Microsoft e a Apple do topo. Hoje, por exemplo, o valor de mercado da Microsoft é de US$ 789 bilhões.

Com a empresa na liderança do ranking, seu fundador, Jeff Bezos, também é considerado o homem mais rico do mundo, onde a sua fortuna está estimada em US$ 135 bilhões (fonte: Bloomberg), apesar de recentemente acabou terminando um casamento de 25 anos.

O patamar da Amazon chega mesmo após uma forte queda em todas as ações de empresas de tecnologia nos Estados Unidos. Isso por conta das preocupações vigentes no mercado internacional, principalmente pela briga entre Estados Unidos e China, causando uma verdadeira tensão comercial.

O início da Amazon

Inicialmente a Amazon levava o nome de “Cadabra”, quando em 1994 era fundada na garagem de uma casa em Seattle nos Estados Unidos. A empresa era inicialmente uma “startup” que comercializava livros usados.

Dois anos depois de sua fundação, a “Cadabra” já estava presente em outras cidades do solo americano, mas foi em 1997 que as ações da empresa foram comercializadas na bolsa de valores. Em pouco tempo, Jeff já contava com uma empresa de US$ 54 milhões, entrando para a lista de milionários com apenas 35 anos.

Novos investimentos

Após alcançar os milhões, a empresa começou a dedicar o seu faturamento em grandes galpões, tecnologias e redes de distribuição, sempre ampliando os seus horizontes no comércio nacional, dando seus primeiros passos em âmbito global.

Um grande avanço foi com a criação de um serviço de armazenamento na nuvem, se tornando concorrente direta da Google e Microsoft neste ramo.

Chegando em 2017 sem ter qualquer negócio “físico” a Amazon acabou adquirindo a rede varejista de alimentos Whole Food Market, pela bagatela de US$ 13,7 bilhões, dando início a um empreendimento com lojas físicas.

Em sua loja online além da tradição de vender livros, hoje a Amazon também comercializa produtos eletrônicos, alimentos, itens de beleza, roupas, calçados e uma grande variedade de produtos.

Entretenimento

O que era apenas uma loja de livros usados na garagem, acabou se tornando também uma das maiores produtoras de entretenimento do mundo. Desenvolvendo séries originais e também transmitindo partidas de esportes via streaming, como os torneios de tênis e também o campeonato de futebol inglês, a Premier League.

Outro poderoso canal de entretenimento da Amazon é a Twich.tv, um produto similar ao YouTube, especializado em transmissões ao vivo, as famosas streamings. Hoje a rede conta com milhos de usuários, utilizando a plataforma para fazer suas transmissões ao vivo de jogos, receitas, umboxing  e muitas outras opções.

Amazon Web Services e o projeto Jedi

Como a Amazon está entre as empresas referência no ramo de tecnologia na nuvem, ela está próxima de armazenar na nuvem os dados de nada menos do que o Pentágono, através do projeto JEDI, que em uma alusão ou não a série Star Wars, tem por significado “Empreendimento Conjunto de Infraestrutura de Defesa.

Se ela ganhar o contrato do governo, será responsável por uma licitação de nada menos do que US$ 10 bilhões. Hoje a Amazon já armazena arquivos da agência de inteligência americana, a CIA e isso pode ser uma vantagem para fechar a parceria com o pentágono.

Últimos números

A Amazon chegou ao valor de mercado de US$ 1 trilhão em setembro de 2018. Isso ocorreu um mês após a Apple chegar a marca de primeira empresa de capital aberto a chegar nos trilhões de dólares. Porém com as fortes quedas nas ações, a Apple acabou caindo e passando o posto para a Amazon no “The Big 4” que hoje é composto pelas empresas:

  • Amazon;
  • Alphabet (Google);
  • Microsoft;
  • E Apple.

Produtos Amazon

Além do site de vendas online da Amazon, a empresa mais valiosa do mundo também conta com as seguintes marcas:

  • Amazon Prime e Amazon Prime Video – Serviços de entretenimento;
  • Whole Foods – Rede de supermercados;
  • Amazon Marketplace – Comércio eletrônico;
  • com;
  • AbeBooks;
  • Alexa Internet;
  • Amazon Books;
  • Amazon Game Studios;
  • Amazon Lab126;
  • Amazon Publishing;
  • Amazon Robotics;
  • Amazon Studios;
  • Amazon Web Services;
  • Audible Inc.;
  • Body Labs;
  • Book Depository;
  • Box Office Mojo;
  • Digital Photography Review;
  • Goodreads;
  • Graphiq;
  • Internet Movie Database;
  • Ring;
  • com;
  • tv;
  • Woot;
  • E Zappos.